Os Filhos da Costa do Sol ePUB Â Os Filhos PDF/EPUB

Os Filhos da Costa do Sol ePUB Â Os Filhos PDF/EPUB

Os Filhos da Costa do Sol [PDF / Epub] ☉ Os Filhos da Costa do Sol By Manuel Arouca – Capitalsoftworks.co.uk Filhos da Costa do Sol uma hist ria de amor e morte, passada nos dias agitados da revolu o de Abril Fala nos da vida despreocupada e doce da Costa do Estoril, mas tamb m da recusa de uma sociedade fec Filhos da da Costa PDF/EPUB ¾ Costa do Sol uma hist ria de amor e morte, passada nos dias agitados da revolu o de Abril Fala nos da vida despreocupada e doce da Costa do Estoril, mas tamb m da recusa de uma sociedade fechada e dos seus preconceitOs Filhos da Costa do Sol o retrato impiedoso de uma gera o inquieta mas cheia de romantismo e ideais Os Filhos PDF/EPUB or Ser que tudo se perdeu Filhos da Costa do Sol de Manuel Arouca.


10 thoughts on “Os Filhos da Costa do Sol

  1. Florbela Florbela says:

    Este livro retrata a vida dos jovens da Linha do Estoril entre os anos 1973 e 1977 Aqueles pertenceram a uma gera o que viveu despreocupadamente, apesar da tens o que se vivia no pa s naqueles anos.Os temas abordados contiunuam a ser t o actuais como hoje sexo, drogas, partidos de esquerda versus direita, a emancipa o da mulher, etc.


  2. Raquel Pereira Raquel Pereira says:

    Ler Opini o Completa em Os Filhos da Costa do Sol retrata uma vida juvenil na linha do Estoril no per odo pr e p s 25 de Abril De 1973 a 1977 conhecemos toda uma nova gera o de jovens que testam os limites da exist ncia e, inclusive, da espiritualidade e da pol tica Nesta nova leitura dei por mim a simultaneamente repudiar e a invejar esta gera o de revolta, de sonhos e de liberdades De uma gera o que n o reconhe o, existe toda uma realidade difer Ler Opini o Completa em Os Filhos da Costa do Sol retrata uma vida juvenil na linha do Estoril no per odo pr e p s 25 de Abril De 1973 a 1977 conhecemos toda uma nova gera o de jovens que testam os limites da exist ncia e, inclusive, da espiritualidade e da pol tica Nesta nova leitura dei por mim a simultaneamente repudiar e a invejar esta gera o de revolta, de sonhos e de liberdades De uma gera o que n o reconhe o, existe toda uma realidade diferente para os homens e para as mulheres daquele tempo Uma realidade de mentiras e de verdades que n o se dizem


  3. Inês Inês says:

    Divertido, por vezes Um romance leve, sem d vida, que no entanto n o acrescenta nada.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

10 thoughts on “Os Filhos da Costa do Sol

  1. Florbela Florbela says:

    Este livro retrata a vida dos jovens da Linha do Estoril entre os anos 1973 e 1977 Aqueles pertenceram a uma gera o que viveu despreocupadamente, apesar da tens o que se vivia no pa s naqueles anos.Os temas abordados contiunuam a ser t o actuais como hoje sexo, drogas, partidos de esquerda versus direita, a emancipa o da mulher, etc.

  2. Raquel Pereira Raquel Pereira says:

    Ler Opini o Completa em Os Filhos da Costa do Sol retrata uma vida juvenil na linha do Estoril no per odo pr e p s 25 de Abril De 1973 a 1977 conhecemos toda uma nova gera o de jovens que testam os limites da exist ncia e, inclusive, da espiritualidade e da pol tica Nesta nova leitura dei por mim a simultaneamente repudiar e a invejar esta gera o de revolta, de sonhos e de liberdades De uma gera o que n o reconhe o, existe toda uma realidade difer Ler Opini o Completa em Os Filhos da Costa do Sol retrata uma vida juvenil na linha do Estoril no per odo pr e p s 25 de Abril De 1973 a 1977 conhecemos toda uma nova gera o de jovens que testam os limites da exist ncia e, inclusive, da espiritualidade e da pol tica Nesta nova leitura dei por mim a simultaneamente repudiar e a invejar esta gera o de revolta, de sonhos e de liberdades De uma gera o que n o reconhe o, existe toda uma realidade diferente para os homens e para as mulheres daquele tempo Uma realidade de mentiras e de verdades que n o se dizem

  3. Inês Inês says:

    Divertido, por vezes Um romance leve, sem d vida, que no entanto n o acrescenta nada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *